sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

A Era do Rádio Matéria para o QTC de 13 Dez 2013



De: Luiz Ronaldo Rosa <luizronaldopt2gl@gmail.com>
Data: 13 de dezembro de 2013 06:19
Assunto: MATERIA PARA QTC - A *ERA DO RÁDIO *E SUA HISTÓRIA
Para:


A partir de 1919 começa a chamada  * Era do Rádio * O MICROFONE
surge através  da ampliação  dos recursos  do BOCAL  do Telefone
conseguidos  em 1920.
Nos  Estados  Unidos  por Engenheiros  da Westinghouse  . Foi  a
própria  Westhinghouse que fez nascer    por acaso  a RADIODIFUSÃO.
Fabricava  aparelhos  para as Tropas Militares  da Primeira  Guerra
Mundial e com  o fim do conflito  ficou  com  uma
grade quantidade  de aparelhos.
A solução para evitar  o prejuizo  foi instalar  uma grande  antena no
pátio da fabrica e transmitir  música para os habitantes do bairro. Os
aparelhos de sobra  foram então  comercializados.
Para se ter uma ideia do motivo da época ter ficado  conhecida como a
* Era do Rádio * nos EUA á Rádio crescia surpreendentemente
Em 1921  3ram 4  emissoras , mas no  final de 1922  os Americanos
contavam com 382 Emissoras.
A chegada da Rádio Comercial não demorou  . As Emissoras  revindicaram
o seu direito  de conseguir  sobreviver  com os seus próprios
recursos.
A  Pioneira na RÁDIO Comercial  foi a  WEAF  de Nova  Yorke,
pertencente  á  Telephone  And  Telegraf  Co imitia  anuncios  e
cobrava  dois dolares  por  12 segundos de Comercial e cem dolares
por 10 minutos.


O QUE É A RÁDIO


ARádio é um sistema de COMUNICAÇÃO  usando ondas  electro  magnéticas
que se propagam pelo espaço . Usam-se  ondas RADIOFÔNICAS  de
diferentes  comprimentos  ( comprimentos
de ondas para  distintos fins.
Em geral  as ondas electromagnéticas  distinguem -se  pela sua
frequência que é inversa ao comprimento  de  . As ondas  de
frequência  mais baixa  têm  um comprimento  de ondas mais elevado.
A frequência  correspondente  a um determinado número  de ciclos  por
segundo  . Foi  o nome  do  Pioneiro  da RÁDIO  AlemãoHenrich  Hertz,
que serviu para batizar  a unidade  de medida  da frequência  ; Hertz
  ( Hz ).
Assim um ciclo por segundo equivale  a 1 Hz  ( Hertz  ),  1KHz  ),
é  igual  a 1000 Hz  ou  1000 ciclos  por segundo  , e assim
sucessivamente.As ondas  de RÁDIO  vão  de alguns  KHz  (Kilohertz
)    a vários  gighertz  ( GHz  ),  1.000 milhões  de ciclos  por
segundo  . As ondas  de Luz  visivel  são muito curtas.
No espaço  as Radiações electromagnéticas propagam-se em forma de
ondas a uma velocidade  uniforme  de quase  300.000 Km por segundo.
As Ondas de RÁDIO utilizam-se  não só na  Radiodifusão mas  tambem  na
Telegrafia  sem fios  , telefones , televisão , radar  sistemas  de
Navegação  e Comunicação ESPACIAL. Na atmosfera  as caracteristicas
fisicas  do ar originam  pequenas  variações do movimento ondutatório
que  provocam  fenômenos  anormais  na propagação das  Ondas  de
RÁDIO.
As ondas  electromagéneticas  numa atmosfera  uniforme  propagam-se
em linha reta  e como a superficie  terrestre  é praticamente
ESFÉRICA  a  COMUNICAÇÃO  a grande  distância  é possivel  graças  a
reflexão  das  Ondas  de RÁDIO  na ionosfera  . As ondas  de Rádio
de comprimento  de onda inferior  aos  10 m. que são chamadas    de
frequências  muito  altas  (VHF ) ltra  altas  (UHF )
e as super Altas  (SHF ) não se refletem na  Ionosfera

. Assim  na prática  estas ondas  muito curtas  só se captam  á
distância  visual.  As frequências  com  comprimento  de onda  se
alguns  centimentros  são absorvidas  pelas gotas de água  ou por
pelas nuvens  .
As inmferiores  a 1. 5  cm podem ser  absorvidas  pelo vapor de água
existente  na ATMOSFERA  limpa.
OS SISTEMAS NORMAIS  DE RADIOCOMUNICAÇÃO CONSTAM  DE DOIS COMPONENTES BÁSICOS :

O Transmissor  e o Receptor. O primeiro gera  oscilçõesd elétricas com
uma frequência  de RÁDIO  denominada  de frequência de Portadora.
Pode se amplificar  a amplitude  da própria  frequência  para
variar  a onda  portadora.
Um sinal  modulado  em amplitude  compõe-se  da onda portadora
mais as bandas  laterais  produto da modulação . A frequência
modulada  (FM )  produz  mais  do que  um par  de bandas laterais
para cada  frequência  de modulação graças ás quais são  possiveis
as  complexas  variações  que se  emitem  em forma  de voz  em
RADIOFUSÃO  ou variações  de luminosidade na TELEVISÃO.


LUIZ RONALDO - PT2 GL - PY3 LR
BRASIIA -DF, EM 13 DE DEZEMBRO DE 2013

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Para Conhecimento dos Colegas





                                                 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
 BRIGADA MILITAR - ESTADO MAIOR
P M - 5

          CLIPPING DE SEXTA-FEIRA,

22 DE NOVEMBRO DE 2013

  
 

44 HORAS DE AGONIA À BEIRA DA ESTRADA (Capa e página 49) Foi na fé em Deus que o cantor evangélico Antonio Horácio de Souza Bittencourt, 39 anos, buscou forças para vencer as dificuldades e pedir socorro, quase dois dias depois de sofrer um acidente de trânsito em São Pedro do Sul. Os breves relatos do que passou durante as 44 horas que ficou dentro do carro batido em um matagal foram dados por ele aos familiares. Por volta das 9h de ontem, Bittencourt conseguiu sair do carro, que estava parcialmente submerso, subir um barranco de cerca de 20 metros, na margem da BR-287, chegar à rodovia e pedir ajuda a motoristas que passavam pelo trecho.Segundo familiares, Bittencourt saiu de Caxias do Sul, por volta das 9h da última terça-feira. Ele é cantor e tinha ido a um congresso evangélico na cidade serrana. Esse foi o último contato que a família teve com ele. Bittencourt teria passado por Santa Maria e, à tarde, seguido em direção a Santiago, quando, por volta das 13h, na altura do km 307, teria perdido o controle do carro que dirigia, atravessado as duas pistas e caído em um barranco no sentido contrário ao que trafegava. Chovia forte no momento do acidente e a hipótese mais provável é que o veículo, um Astra com placas de Santiago, tenha aquaplanado. O barranco onde o carro caiu tem cerca de 20 metros de altura e fica em uma curva, perto da ponte sobre o Rio Toropi, entre São Pedro do Sul e Mata. No local, ainda há um matagal, que deixou o veículo totalmente encoberto por um acúmulo de água. Também não há sinal de telefone. Sem informações sobre Bittencourt, a família acionou os órgãos policiais e deu início às buscas, mas ele permanecia desaparecido até esta manhã, quando conseguiu chegar à rodovia e pedir socorro. Mas, além da fé que moveu o evangélico a sair do carro e subir o barranco, no caminho de Antonio também estavam pessoas de boa vontade, entre elas a técnica em segurança no trabalho, Cynthia Pereira Soares, 26 anos. Ela viajava de Santa Maria a São Vicente do Sul na manhã de ontem, quando deparou com um homem caído no acostamento. Um senhor que estava junto dele e pediu ajuda a ela. “Parei o carro e chamei os bombeiros. Ele estava com os olhos roxos e inchados. Perguntei se queria que ligasse para alguém. Ele deu o telefone da mãe. Ela estava nervosa e passou para o irmão dele. Coloquei no viva-voz e eles conversaram. Logo, chegou um carro com conhecidos dele. Eles desceram do carro chorando e o abraçaram. Ele também se emocionou. Poder ajudar o próximo não tem preço”, disse Cynthia. A vítima foi levada pelos bombeiros de São Pedro até o Pronto-Atendimento do hospital do município, de onde foi transferido para o Hospital de Caridade de Santiago. Segundo os bombeiros, durante o resgate, Bittencourt se manteve lúcido, mas sentia fortes dores na perna direita e coluna. Até o fechamento desta edição, o hospital tentava uma transferência do paciente para um hospital da região. SÃO PEDRO DO SUL

AGRESSÃO E INCÊNDIO EM CONFLITO AGRÁRIO (Página 46) A lentidão do processo de regularização da Terra Indígena Rio dos Índios, em Vicente Dutra, no norte do Estado, motivou um confronto que terminou em agressão, invasão de balneário e incêndio de escritórios comerciais. E o clima entre os envolvidos na disputa fica acirrado a cada dia. Cansados de esperar pela terra, um grupo de 50 índios invadiu, na noite de quarta-feira, um balneário de águas termais que fica dentro da área demarcada como indígena. No total, a terra Rio dos Índios tem 715 hectares. Já o complexo turístico Termas Minerais Águas do Prado ocupa cerca de 25 hectares e tem 196 cabanas construídas, que recebem perto de 20 mil visitantes por ano. No local, também residem famílias proprietárias de cabanas. Quando chegaram à área, os indígenas entraram em confronto com o vigia do estabelecimento. Altair dos Santos Bueno, 48 anos, conta que, por volta das 19h, um dos veículos dos índios teria colidido com um carro estacionado em frente ao balneário, o que o motivou a deixar a guarita onde trabalhava. O vice-cacique Luis Salvador afirma que, quando os índios chegaram ao pórtico de entrada, o vigia os recebeu a tiros, o que teria motivado a briga. Depois deste incidente, no final da tarde de ontem, um grupo organizado por proprietários de cabanas na área invadida resolveu retomar o local. Com pedaços de madeira e pedras nas mãos, os moradores enfrentaram os índios, que recuaram. Segundo a Brigada Militar, os indígenas retornaram para a área onde residem. Eles moram há 20 anos em dois hectares ao lado do balneário. Depois do confronto com o vigia do complexo, na noite de quarta-feira, os índios atearam fogo ao escritório administrativo do complexo, onde também funciona um escritório de advocacia. Todos os documentos dos dois escritórios foram perdidos, além de móveis e aparelhos eletrônicos. “Não temos mais como recuperar as ações que ainda não foram encaminhadas à Justiça. O que eu vou dizer às pessoas que estão com ações de aposentadoria, por exemplo?”, questiona o advogado Osmar José da Silva Júnior. Para mediar o conflito entre índios e agricultores, a Fundação Nacional do Índio (Funai) marcou reunião com os índios, que deve ocorrer às 14h de hoje, no Ministério Público Federal em Passo Fundo. A agressão ao vigia deve ser investigada pela Polícia Federal. VICENTE DUTRA

“FUI AGREDIDO COM PEDRAS, FLECHAS E FACÃO” (Página 47) Com ferimentos na cabeça e nas costas e um corte profundo no braço, o vigilante Altair dos Santos Bueno, 48 anos, achou que não teria forças para pedir ajuda. Ele afirma que foi agredido por cerca de 50 índios ao tentar evitar que o balneário de águas termais onde trabalha fosse invadido, em Vicente Dutra. Com muita dor no corpo e dificuldade para falar devido aos dentes quebrados e aos ferimentos na boca, o vigia, que também é agricultor, contou a Zero Hora como ocorreu a agressão. Zero Hora – Como o conflito começou? Altair dos Santos Bueno – Os índios chegaram ao balneário pouco depois que eu assumi o serviço, às 19h, e um dos carros deles bateu em outro que estava estacionado. Eu decidi sair da guarita e ir ver o que estava acontecendo. Perguntei para eles o que estavam fazendo e eles disseram que era para eu sair se não iria sobrar para mim. Em seguida, eu fui agredido com pedras, flechas e facão. Levei muitas pedradas nas costas e na cabeça e depois fui ferido com um corte de facão no braço. Achei que não teria forças para pedir ajuda e pensei que se ficasse lá eu iria morrer. ZH – E como você conseguiu pedir ajuda? Bueno – Eu acho que um dos vizinhos viu que eu estava apanhando e chamou a Brigada Militar. Quando ouvi a sirene da polícia, senti um alívio. Comecei a correr em direção à viatura para pedir abrigo, mas a dor era tanta que eu achei que não fosse chegar até eles. Os policiais abriram a porta e eu entrei no carro, mas os índios vieram atrás de mim. Eles cercaram o carro e quebraram os espelhos e os vidros da viatura da Brigada Militar. Eu só queria sair dali e ficava dizendo para os policiais andarem logo, mas eles ficaram parados um tempo até os índios saírem. Depois, me levaram para o hospital. ZH – Qual o motivo para que eles agredissem o senhor? Bueno – Acho que foi porque sou vigilante do balneário e também agricultor. Tenho uma propriedade de 37 hectares nas terras que eles querem.

LABORATÓRIO DE DROGAS É DESMONTADO (Página 49) A Brigada Militar desmontou um laboratório de produção de drogas na noite de ontem, na zona sul de Porto Alegre. Cinco pessoas, entre elas um menor, foram presas. As identidades não haviam sido divulgadas até o fechamento desta edição. A partir de uma denúncia anônima, uma guarnição da 2ª companhia do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM) chegou ao local por volta das 22h30min, no Loteamento Clara Nunes, no bairro Lageado. Os policiais encontraram aproximadamente mil pedras de crack, meio quilo de cocaína, quatro celulares, três balanças de precisão e um radiocomunicador na frequência da BM. “Pelo material encontrado e as características do local, trata-se mesmo de um laboratório para a fabricação de entorpecentes”, afirmou o tenente Marcio José Kolling, fiscal de serviço do 21º BPM. PORTO ALEGRE

CHUVAS CAUSAM ESTRAGOS NO VALE DO RIO PARDO (Página 49) A forte chuva que caiu no Vale do Rio Pardo, ontem, causou transtornos para moradores de diferentes municípios da região. Em Santa Cruz do Sul, 350 casas alagaram em três bairros. Em menos de 24 horas, esta é a segunda chuvarada na cidade. “O solo está encharcado, e os arroios não têm vazão suficiente”, afirmou o tenente Joaquim José Barbosa, coordenador da Defesa Civil de Santa Cruz do Sul. Ele ressalta que os acumulados chegaram a 165 mm e, em algumas residências, a água atingiu um metro de altura. O Corpo de Bombeiros registrou, também, queda de árvores. “O trânsito na Rua Euclides Kliemann ficou um caos. Fiquei uma hora ali e nenhuma autoridade apareceu para ajudar”, relata o comerciário Vinicio Marion, 19 anos. Em Vera Cruz, bombeiros atenderam ocorrências de inundação. Conforme o sargento Fábio Madrid, bueiros entupidos agravaram a situação: “Teve casas com 50, 70 centímetros de água. Um arroio transbordou na cidade e, em Linha Andreas (uma localidade), outro arroio transbordou”. Candelária teve registro de árvores caídas e casas destelhadas. Em Rio Pardo, apesar da precipitação de 55mm, o equivalente a 68% da média mensal, o Corpo de Bombeiros não atendeu ocorrências graves.A chuva de ontem no Rio Grande do Sul foi decorrente de muitas áreas de instabilidade, que trouxeram nuvens carregadas. Para hoje, há previsão de chuva isolada e nebulosidade no Litoral Norte, na Serra e na Região Metropolitana. Para a maior parte do Estado, conforme a Somar Meteorologia, a tendência é de tempo seco, com sol entre nuvens.O fim de semana deve ter tempo aberto, seco, predomínio de sol e pouca nebulosidade. A temperatura pode chegar à casa dos 30°C na Fronteira Oeste. No sábado, a máxima prevista é de 27°C para Porto Alegre. Moradora de Santa Cruz do Sul, a professora Lilia Soares Carvalho, 28 anos, postou um vídeo que fez sucesso na internet – apesar da intensidade do alagamento que atingiu o bairro Arroio Grande e dos danos causados. Segundo ela, um arroio que passa pela área saiu do leito e invadiu a rua por volta das 18h30min. “Foi um pânico. Todos os moradores saíram para a rua com medo, pois era muita correnteza”, contou.

BM ENCONTRA BIKE NOVE MESES APÓS SER FURTADA (Página 51) Depois de nove meses e muita persistência, com uma boa dose de dedicação da Brigada Militar, no final da tarde de quarta-feira, o ciclista Adriano Cardoso recuperou a sua bicicleta especial de competição para a modalidade Down Hill. A magrela, toda verde – ou “verdulenga”, como ele chama –, um modelo americano da Iron Hill, avaliada em R$ 9 mil, havia sido furtada em fevereiro da sua casa, na zona sul da Capital. “É inacreditável, mas tanta insistência deu resultado. Os PMs nunca desistiram”, diz Cardoso. Mesmo no emaranhado de ocorrências de furtos que tendem a cair no esquecimento em meio a casos graves, durante mais de um mês as patrulhas do 21º Batalhão Polícia Militar dedicaram tempo às buscas. “A recomendação é para que a vítima não desista e confie no nosso trabalho”, diz o comandante da companhia da Restinga, major Egon Kvietinski. Alertados pelas informações que chegavam ao ciclista, há cerca de uma semana PMs viram a “verdulenga” na Restinga. Passaram a monitorar as casas próximas.No começo da tarde de quarta-feira, Cardoso foi procurado por PMs com a informação de que sua bicicleta fora encontrada. À noite, ela estava com o seu proprietário. “É só trocar os pneus e fazer alguns ajustes de suspensão que ela (bike) fica no ponto para competir”, garante. PORTO ALEGRE

                   

VIGIA É FERIDO EM CONFRONTO COM ÍNDIOS (Página 17) Continua internado no Hospital Divina Providência, de Frederico Westphalen, o vigia do Empreendimento Águas do Prado, de Vicente Dutra, ferido durante confronto com caingangues na quarta-feira à noite. Segundo a casa de saúde, o homem, de 48 anos, recupera-se bem dos ferimentos. Ele foi atingido por pedradas, socos e flechadas, que teriam sido desferidos pelos índios. O confronto começou após acidente envolvendo carros de um cacique e de um morador. Caingangues ainda ocupavam ontem parte do empreendimento turístico, que tem 150 cabanas pertencentes a uma associação de moradores. Segundo a entidade, que dirige o local, após o ocorrido na quarta, o pórtico de entrada e a estrutura da parte administrativa foram incendiados pelos índios. O escritório de advocacia situado ao lado da entrada também foi consumido pelo fogo. Conforme Luiz Salvador, liderança indígena de Vicente Dutra, além dos 715 hectares pré-demarcados ao lado do Águas do Prado, a área onde está o estabelecimento também pertence aos índios. "Queremos que a Funai oficialize a área em favor dos caingangues e, se for necessário, vamos continuar pressionando para que isso aconteça", afirmou. O ex-prefeito de Vicente Dutra Osmar José da Silva, sócio do empreendimento, disse que a Associação Águas do Prado está tomando medidas jurídicas quanto aos danos. A Brigada Militar mantém oito homens e três viaturas nas proximidades do local. VICENTE DUTRA

CONDUTOR É SALVO APÓS 48 HORAS (Página 17) O motorista de 39 anos que estava
desaparecido desde o início da tarde de terça-feira foi resgatado com vida pelo Corpo de Bombeiros de São Pedro do Sul,na região Central do Estado, na manhã de ontem. Ele teve fraturas numa das pernas e na bacia e ficou quase 48 horas preso no veículo, no km 307 da BR 287. De acordo com o relato do condutor, o automóvel aquaplanou devido à chuva, caindo de uma altura de cerca de 20 metros. Os bombeiros que atenderam a ocorrência disseram que o carro ficou encoberto pela vegetação. O homem só foi resgatado após se arrastar e chegar à rodovia para pedir socorro. Ele foi levado ao hospital da cidade e, após, transferido para Santiago. SÃO PEDRO DO SUL

ACIDENTE COM GÁS É SIMULADO (Página 18) A colisão entre dois caminhões, carregados de botijões de gás, e um microônibus na avenida Frederico Ozanan, em Canoas, foi o cenário idealizado para um simulado envolvendo empresas e órgãos públicos que integram o Plano de Auxílio Mútuo Ozanan (PAM). Cerca de 80 pessoas participaram da ação, que teve explosões e princípio de incêndio. Para resgate dos feridos foi chamado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que levou 50 minutos para chegar ao local. A atividade buscou treinar as equipes de combate a incêndio das empresas em parceria com Corpo de Bombeiros, Samu e Defesa Civil. “Temos que ver como está a sintonia entre todos os envolvidos para que, caso haja um acidente real, todos saibam como agir”, destacou o comandante do Corpo de Bombeiros de Canoas, major Márcio Uberti Moreira. Ele afirma que, em uma ação real, as vítimas não poderiam ter esperado 50 minutos por uma ambulância. As atividades foram cronometradas e observadas por uma equipe de apoio, que posteriormente formulará relatórios para avaliação. Ao todo, 11 empresas fazem parte do PAM Ozanan. No local, conforme estimativas, circulam entre 3 e 4 mil pessoas, além de concentrar empresas que trabalham com produtos químicos.Segundo o Samu Estadual, a demora no atendimento se deu devido à demanda diária.Conforme a coordenação do serviço, a prioridade sempre será o atendimento real. CANOAS

EX-INTEGRANTE DO PCC É PRESO (Página 24) Um homem que disse ser ex-integrante do PCC foi preso no fim da tarde de ontem, no centro da Capital. Ele foi detido durante uma briga com o cunhado, que denunciou a passagem dele pelo Centro Popular de Compras. O homem, que não teve a identidade confirmada, teria confirmado à Brigada Militar ser um ex-informante da facção criminosa e que estaria ameaçado de morte por antigos comparsas. PORTO ALEGRE

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Coluna de Roberto Sanches Lara



JINCOP 2013

XADREZ - transferido

Será sexta dia 22/11/2013 às 9 horas na Escola Municipal Presidente Kennedy, localizada no Bairro Mariana, todos os que irão participar deverão confirmar sua inscrição até as 9:30.
As partidas terão início pontualmente às 10 horas, com tempo 10x10 no sistema suíço, onde cada atleta jogará no mínimo 5 partidas, e no máximo 8.

Inst Est Ed Menna Barreto, Circuito Estudantil e Gabrielense de Xadrez - Cegax, Enxadristas de São Gabriel e Outros, Enxadristas - CT, Enxadristas Brasileiros, Colégio Tiradentes de São Gabriel, Escola Estadual de Ensino Médio João Pedro Nunes, José Sampaio Marques Luz, Etchiel Ribeiro Moreira, João Vinicíus Jobim, Carlota Vieira da Cunha, XADREZ CLUBE - AABB SÃO GABRIEL, Mikhail Tal Xadrez Clube, NewLife EscolaTécnica, Quiosque Ricardu's Roja, Marcelo Ribeiro, Marcelo G. L. Machado, Marcio Vaqueiro, Luiz Carlos Bergenthal, Elvis Ferreira de Morais, Gleidevan Marques e Magali Arce.

Estamos aguardando vocês!

MASCULINO
- JUVENIL
Thiago Santos, Leonardo Kruger, Marcelo Nunes, Renan Correa, Bryan Lauxen, Renglawe Aloy Pires, Marcello Saldanha, Artur Souto, Arthur Wieczorek Cardoso, Richard Gomes, Rubens R. Vulcanis, Guilherme Nasr Hoher, Jocimar De Souza Jobim, Yuri Avila, José Luiz Bassoa Lopes Filho, Matheus Vieira, Andres Ramos, Andrew Flores, Leonam Nunes e Luiz Fernando Carvalho.

- INFANTIL Ensino Médio
Bernardo Fagundes, Fernando Carvalho, Robson Marinho, Cristiano Correa Rodrigues e Matheus Fialho.

- INFANTIL Ensino Funtamental
Willian Peterson, Leonardo Rister, Eduardo Rister, Thallys Eduardo Rios Dias, Keven Cabreira, Micael Jobim, Guilherme Godoi de Souza, José Aliba Freitas, Alex Sander Nunes, João Mello, Cristian Pereira, Lucas Schimithes, João Victor Rocha, e Gabriel Souto.

- MIRIM
Cicero Augusto, Henrique Berny, Ricardo Costa, Vanderson Souza, Kalebe Jardim e Lucas Da Silva Mortari.

- PRÉ MIRIM
Lucas Dos Santos Jardim.

- DENTE DE LEITE
João Pedro Moreira da Cunha e Claudio Henrique Moreira da Cunha.

FEMININO
- JUVENIL
Anna Laura Schepp, Gabriela Macedo e Suelen de Souza.

- INFANTIL Ensino Médio
Janini Biscaglia e Julia de Abreu.

- INFANTIL Ensino Fundamental
Leandra Proença Alvares, Lóren Teixeira Lopes, Anna Paula Oliveira, Cicilia Portinho, Jhullya Teixeira, Vanessa Mello, Alessandra Marques, Rosangela Chaves, Tipo Géssica Marques e Vanessa da Silva.

- MIRIM
Alexia Dias, Débora Correa, e Camila da Silva.

- PRÉ MIRIM
Ariane Machado e Andressa Corrêa.

Todos os citados aqui e os interessados que não foram citados mas quiserem participar, basta comparecer na escola com a carteirinha de inscrição da JINCOP e Identidade, ou, R$ 2,00 e Identidade. Lembramos que as categoria são nestas idades tanto no Masculino como Feminino: Juvenil 1996/1997, Infantil Médio 1998/1999, Infantil Fundamental 1998/1999, Mirim 2000/2001, Pré Mirim 2002/2003, Dente de Leite/Fraldinha 2004/...

Receptor Super Heterodino de 2 válvulas



De: Luiz Ronaldo Rosa <luizronaldopt2gl@gmail.com>
Data: 20 de novembro de 2013 08:16
Assunto: MATéRIA PARA S- CONHECIMENTOS RECEPTOR SUPER-HETERODINO DE 2
VÁLVULAS ( V 025 )Eis um interessante Receptor experimental que tanto
pode ser utililsado para receber sinais de Ondas médias como sinais de
Ondas Curtas. O transdutor é um fone magnético com 2 K ohms de
impedância.
Para:


Este  Receptor  experimental  valvulado recebe as estações de Ondas
médias quando enrolamos 100 espiras de fio esmaltado de 26 a 30 num
bastão de frente  de 10  cm de Comprimento .
A bobina osciladora  pode ser  retirada  de um antigo Rádio valvulado
ou formado por  40 + 40 espiras de fio 28 num tubo de papelão de 1,5
cm de diâmetro .
Reduzindo-se as espiras das duas bobinas pode-se transformar o
receptor em uma unidade capaz de  sintonizar Ondas Curtas.
Para o fone pode ser usado um transformador de 2  K de impedância
de primário e alimentar com isso um fone de ouvido de MP3 ou outro
aparelho de som  moderno que é de baixa impedância.
A antena pode ser  um pedao  de fio esticado de 2 a 40 metros e para
ondas curtas será interessante usar uma Antena externa.
A Bobina de  FI  pode ser aproveitada de um antigo receptor  valvulado.
O Capacitor  variável duplo também  é do tipo  encontrado  em, Rádios
valvulados .
O Capacitor variável duplo também  é do tipo encontrado em rádios
valvulados antigos podendo ser obtido em sucatas.
Obs; - A válvula sem indicação de saída de áudio é uma 6aU6.

LUIZ RONALDO - PT2GL PY3LR
BRASILIA -DF, EM 20 DE NOVEMBRO DE 2013

domingo, 17 de novembro de 2013

Mapas de alocação de Faixas



                              Mapas
Mapa de alocação de faixas de frequências – Serviço de Radioamador de acordo com o Ato ANATEL nº 1.724 de 11 de março de 2013 - Plano de atribuição, destinação e distribuição de faixas de frequências no Brasil A União Internacional de Telecomunicações – UIT – divide o globo terrestre em três regiões, para fins de administração do espectro de radiofrequências. As autoridades de cada país são instadas a acompanhar as atribuições definidas para as faixas de radiofrequências, aprovadas em Assembléias, por representantes dos países membros, durante as conferências mundiais, realizadas periodicamente na sede da UIT. A Região 2 é constituída pelas administrações dos países das Américas, entre os quais está o Brasil. Dessa forma, a alocação resumida abaixo segue orientações internacionais. Sugestões ou atualização, entre em contato com py2ev.sp@gmail.com
Banda LF (30 KHz a 300 KHz)
Banda MF (faixa de 160m – 1800 a 1850 KHz)
135,7 a 137,8KHz
500 KHz
490,0 a 510,0KHz
160m
1.800 a 1.810KHz
160m
1.810 a 1.820 KHz
160m
1.820 a 1.850 KHz
Uso secundário não regulamentado no Brasil. Há intenção da ANATEL nesse sentido .
A1A (Telegrafia)
Frequência Internacional de Chamada : Socorro e Emergência
A1A, A2A, J2A
•Telegrafia em Código Morse Internac.
•Emissões piloto entre 1809 e 1810 KHz
•Modos experimentais
•Outros modos
A3E, H3E, R3E, A3J:
•Fonia em AM
•Fonia em SSB (LSB)
Banda HF (faixa de 80m – 3.500 a 3.800 KHz)
80m
3.500 a 3.800 KHz
80m
3.500 a 3.525 KHz
80m
3.520 a 3.525 KHz
80m
3.525 a 3.580 KHz
80m
3.580 a 3.620 KHz
80m
3.620 a 3.625 KHz
80m
3.625 a 3.780 KHz
80m
3.780 a 3.800 KHz
A1A, A2A, J2A
Telegrafia em código Morse Internacional
Modo permitido na faixa toda
A1A, A2A, J2A
Segmento exclusivo para telegrafia.
A1C, A2B
Emissões piloto
(beacon)
Modos experimentais
Outros modos não citados
Digitais em 3.570 KHz
RTTY/SSB: prioritario
Fonia LSB e Fonia AM
J2D, F2D, G2D
DADOS SSB TODOS
A3E, J3E
Fonia AM e Fonia SSB (LSB)
Janela de DX
Janela 20 KHz
LSB / CW
Banda HF (faixa de 40m – 7.000 a 7.300 KHz)
40m
7.000 a 7.300 KHz
40m
7.000 a 7.035 KHz
40m
7.035 a 7.040 KHz
40m
7.040 a 7.050 KHz
40m
7.050 a 7.120 KHz
40m
7.120 a 7.140 KHz
40m
7.140 a 7. 200 KHz
40m
7.200 a 7. 300 KHz
A1A, A2A, J2A
Telegrafia em código Morse Internacional
Modo permitido na faixa toda
A1A, A2A, J2A
Segmento exclusivo para telegrafia.
Emissões piloto em 7.035 KHz
J2D, J2A
Dados e Teletipo SSB
Exclusivo para DX
Janela de DX
10 KHz
A3E , A3J (LSB)
Fonia SSB e Fonia AM
Modos experimentais
Prioritarios
Outros modos
Fonia AM e SSB
A3E - Fonia AM prioritário
Fonia SSB permitido
A3E - Fonia AM
Frequência padrão e aferição de hora: 5.000 KHz e 10.000 KHz sinal modulado em AM (A3E) transmitido pelo WWV ou Observatório Nacional , Rio de Janeiro.
HF (Faixa de 30m)
Banda HF (faixa de 20m – 14.000 a 14.350 KHz)
30m (secundário)
10.138 a 10.150 KHz
20m
14.000 a 14.350 KHz
20m
14.000 a 14.060 KHz
20m
14.060 a 14.095 KHz
20m
14.095 a 14.115 KHz
20m
14.115 a 14.350 KHz
A1A, A2A, J2A, J2D, J2A
Telegrafia, Dados, RTTY, Digitais
e modos experimetais
Atenção : sinais estreitos 3KHz
A1A, A2A, J2A
CW Telegrafia na faixa toda
Emissões piloto
em 14.100 KHz
A1A, A2A, J2A
Exclusivo para telegrafia
J2A
Teletipo SSB
Digitais em 14.070 KHz
J2D
Dados SSB
Emissões piloto em
14.100 KHz
A3E , A3J (LSB)
Fonia SSB (prioritário) e Modos experimentais
Outros modos desde que não interfiram nos segmentos adjacentes
Frequência de chamada AM em 14.286 KHz

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Q T C - Matéria para Radioamador



: MATERIA PARA QTC - E L E T R E C I D A D E

Luiz Ronaldo Rosa
Para Eu
Out 27 em 10:16 AM
---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Luiz Ronaldo Rosa <luizronaldopt2gl@gmail.com>
Data: 27 de outubro de 2013 10:11
Assunto: MATERIA PARA QTC - E L E T R E C I D A D E
Para:


Com a modernidade as válvulas acabaram  sendo esquecidas. Nossos
Rádios agora são consituidos de peças  tão pequenas que nossos avós
jamais imaginariam.
No entanto  , nas provas  para mudança de classe no RADIOAMADORISMO, a
eletricidade é uma das matérias e
por isso  , hoje , vamos recordar  o que  são  D I O D O S.
DIODO,  é uma vávlvula que  contem um catodo e uma placa  , ou  anodo.
A placa é um cilindro  de metal  que circunda o catodo. Na contagem
dos elementos se tivermos aquecimento indireto  , catodo. Na contagem
dos elementos  , se tivermos  aquecimento  indireto  , catodo  e
filamento constituem apenas  um elemento. O primeiro número  de
designação  de uma  válvula  expressa  a  tensão aproximada que deve
  ser aplicada  aos filamentos.
Por exemplo:  12at7 significa que temos que aplicar  uma tensão de 12,6 volts.

esta válvula só permite fluxo de corrente em sentido (catodo-placa ) e
quando sua placa estiver com um potencial positivo em relação ao
catodo.
Aumentado-se a tensão da placa, aumenta-se a corrente.
Ao se aumentar a tensão de placa , diminui-se a corrente.
da placa  , e diminuindo-se a tensão de placa , diminui-se a corrente.
Ao se aumentar a tensão chega-se a um ponto onde todos  os elétrons
são atraidos pela placa, e qualquer aumento de tensão não produzirá
aumento de corrente. Ao que chamamos PONTO DE SATURAÇÃO da válvula


LUIZ RONALDO - PT2 GL - PY3 LR
BRASILIA-DF, EM 27 DE OUTUBRO DE 2013

Vergonha



DE Antonio Pelisson
VERGONHA - ELA TEM 84 ANOS !

A Ordem foi mencionada..
O Ágape está bom??


Esta senhora, Ruth Moreira, diz o que muitos brasileiros gostariam de dizer e por isto encaminho a todos..

Ela expressou aquilo que todos os brasileiros decentes estao sentindo...
 
Carta de uma senhora de 84 anos ao "Estadão", nesse final de semana...


Estou com vergonha do Brasil.

Vergonha do governo, com esse impatriótico,
antidemocrático e antirrepublicano projeto de poder.

Vergonha do Congresso rampeiro que temos, das Câmaras que dão com uma mão
para nos surrupiar com a outra,
políticos vendidos a quem dá mais.

Pensar no bem do País é ser trouxa.


Vergonha do dilapidar de nossas grandes empresas estatais, Petrobrás,
Eletrobrás e outras, patrimônio de todos os brasileiros, que agora estão a
serviço de uma causa só, o poder.

Vergonha de juízes vendidos.
Vergonha de mensalões, mensalinhos, mensaleiros.

Vergonha de termos quase 40 ministros e
outro tanto de partidos a mamar nas tetas da viúva,

enquanto brasileiros
morrem em enchentes, perdendo casa e familiares por desídia de políticos, se não desonestos, então,
incompetentes para o cargo.

Vergonha de ver a
presidente de um país pobre
ir mostrar na Europa uma riqueza que não temos
(onde está a guerrilheira? era tudo fantasia?).


Vergonha da violência que impera
e de ver uma turista estuprada durante
seis horas por delinquentes fichados e à solta fazendo barbaridades,
envergonhando-nos perante o mundo.

Vergonha por pagarmos tantos impostos e
nada recebermos em troca - nem estradas, nem portos, nem saúde, nem segurança, nem escolas que ensinem para valer, nem creches para atender a
população que forçosamente tem de ir à luta.


Vergonha de todos esses desmandos que nos trouxeram de volta a famigerada inflação.


Agora pergunto:
onde estão os homens de bem deste país?

Onde está a Maçonaria? OAB? CNBB?
Militares???LYONS?
Onde estão os que querem lutar por um Brasil melhor?

Porque os congressistas, ao inves de instituirem Pena de Morte para  assassinos e estrupadores,
lhes concedem gorda Bolsa Presidiario?

Enquanto isso, grande parte do povo brasileiro, trabalha honestamente, pra ganhar bem menos do que aqueles que mataram e estruparam.

Isso, somente estimula a marginalidade!

Estou com muita vergonha do Brasil!

Por que tantos estão calados?
Tenho 84 anos e escrevo à espera de um despertar que não se concretiza.

Até quando isso vai continuar?

Até quando veremos essas nulidades que aí estão sendo eleitas e reeleitas?
Estou com muita vergonha do Brasil.

eu estou com vergonha DOS BRASILEIROS  :o(


RUTH MOREIRA   http://../undefined/compose?to=ruthmoreira%40uol.com.br

Se és brasileiro, patriota e quer ver essa situação mudar, não vacile, REPASSE para o maior número de pessoas, é preciso fazer com que o povo tome consciência e reaja!!!




SEMANA DO RADIOAMADORISMO



PROJETO DE LEI
Dr. Basegio: Aprovado PL que cria a Semana Estadual do Radioamadorismo
Ana Luisa do Nascimento - MTE 11712 | PDT - 18:15-15/10/2013 - Foto: Carlos Eduardo Lando

A Assembleia Legislativa aprovou com unanimidade o Projeto de Lei, de autoria do deputado estadual Dr. Basegio (PDT), que cria a Semana Estadual do Radioamadorismo, a ser comemorada sempre na primeira semana de novembro. Durante seu pronunciamento, o parlamentar destacou a importância dos serviços prestados pelos radioamadores à sociedade como fator de integração entre as pessoas, regiões e países. A votação aconteceu terça-feira (15) no plenário Vinte de Setembro.

Conforme Basegio, o PL visa resgatar a história desse meio de comunicação e estimular o assunto na Rede Estadual de Ensino. “Criar a Semana Estadual do Radioamadorismo é resgatar um pouco da história do gaúcho Landell de Moura e, de uma maneira singular, levar até nossas escolas da rede estadual de ensino a oportunidade de inserção e conhecimento dessa importante forma de comunicação”, explicou Basegio.

No documento, o deputado recorda a trajetória do radioamadorismo, desde sua origem, quando operadores de uma rede telegráfica nos Estados Unidos, em seus horários de folga, usavam o método de comunicação através de correntes elétricas. Este método é conhecido como Código Morse, criado em 1835 por Samuel Morse.

O radioamadorismo existe no Brasil desde 1909. Na época, utilizado exclusivamente pelas Forças Armadas, era considerada uma atividade clandestina. Através do decreto nº 16.657, em novembro de 1924, o Brasil reconhece o Radioamadorismo e retira clandestinidade de seus praticantes.

Recentemente, o Ministério da Integração Nacional, através da Portaria 302, criou a Rede Nacional de Emergência de Radioamadores – RENER como parte integrante do Sistema Nacional de Defesa Civil – SINDEC. O serviço de radioamadorismo mostra-se fundamental, especialmente na solução de problemas envolvendo catástrofes naturais.
© Agência de Notícias